Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de 2012
Durante as Crises de Pânico No momento da crise os pacientes tomam tranqüilizantes e, posteriormente há uma melhora da crise. A crise desaparece por volta de 05 a 30 minutos, com ou sem os medicamentos. O tranqüilizante, tomado por via oral ou intramuscular leva de 40 a 60 minutos para surtir efeito, donde se conclui que, o efeito do medicamento se dá no momento em que a crise já acessou. O tranqüilizante ajuda na fase pós crise, relaxando o paciente justamente no período de mais necessidade, já que ele fica ansioso, cansado e com medo de que a crise volte, o controle das crises pode ser obtido mais ou menos dentro de 02 a 04 semanas com uso de medicamentos. Somente após o bloqueio das crises é que se deve estimular o paciente a enfrentar de forma progressiva as situações temidas. Quando a pessoa estiver no meio de uma crise, inspire pelo nariz e conte até quatro depois expire pela boca e conte novamente até quatro. Repita esse movimento várias vezes até a sensação de tontu

Rosana Laiza 16/Síndrome do Pânico/Ansiedade/Depressão/Fobia/Stress

Eu fui convidada para participar do debate sobre Síndrome do Pânico na TV Assembléia com a deputada Ana Martins e a deputada Maria Almeida . Esclarecimento sobre a Síndrome do Pânico, diagnóstico, sintomas e tratamentos. O Treinamento Autógeno no controle da ansiedade. Associação Nacional da Síndrome do Pânico. TV Assembléia. Novo endereço da ANSP:  www.associacaonsp.com.br Telefone de contato: 55750867/55730869/264977257.

Rosana Laiza 12/Stress/Depressão/Síndrome do Pânico/Fobia/Ansiedade

Rosana Laiza 07/Síndrome do Pânico/Ansiedade/Fobia/Depressão